Figura 1: A importância da amazônia para o ciclo hidrológico no brasil.

Você Sabia?

Em geral, todos já ouviram a expressão ciclo da água, no qual as aguas superficiais evaporam, na atmosfera, condensam, formando as nuvens e precipitam, retornando para a superfície do planeta. Avançando um pouco mais, lembramos que as águas superficiais consistem naquelas em forma de rios, lagos, reservatórios e mar. Apesar dessas, muitos desconhecem ou desconsideram a contribuição proveniente da evapotranspiração.

A evapotranspiração é um importante mecanismo natural através do qual as plantas liberam, para a atmosfera, parte da água que elas absorveram do solo. Embora esse mecanismo já tenho sido identificado há muitos anos, sua relevância no ciclo da água tem sido cada vez mais reconhecida. Pesquisas indicam que, do total de água que chega à atmosfera oriunda dos continentes, 90% chegaram lá através da evapotranspiração e somente 10% por meio de evaporação direta.

Esse fato explica a importância de grandes áreas de mata, como a Floresta Amazônica, no regime hidrológico do Brasil e do mundo. Na maior floresta tropical do mundo, a taxa de evapotranspiração atinge cerca de 4 mm por dia, enquanto em áreas de pastagens, este valor reduz para 1 a 2 mm diários, este alto volume de água lançado pela floresta à atmosfera recebeu o nome de Rios Voadores. Além da umidade emitida para atmosfera, pesquisadores descobriram que a floresta também exala compostos orgânicos minúsculos que contribuem para a agregação das moléculas de água na atmosfera, uma espécie de semente para a formação de nuvens e ocorrência de chuva.

Todas essas particularidades e integração com as massas de ar que se deslocam ao longo do ano sobre o globo terrestre, em especial a Massa Equatoriana, a qual recebe umidade diretamente da floresta amazônica e direciona-se para a região sudeste,  criam condições para a ocorrência de chuva no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Em anos recentes de escassez de água agravada, preservar esse patrimônio natural é condição necessária para a gestão da água no Brasil. Quer saber mais sobre os “Rios Voadores”? Separamos esse conjunto de vídeos explicativos que você não pode perder.

Ainda não foi o suficiente para satisfazer sua vontade de aprender mais sobre o tema? Nesta quarta, 21 de Março de 2018, a Cimo, em parceria com a Anubz, patrocínio da Novus Assessoria Contábil, K-pricho planejados, R&G Administração de condomínios e Laticínio Sabor da Serra, realiza o evento Dia Mundial da Floresta. 

Pensado em aliar educação ambiental, inovação, tecnologia e informação, o Dia Mundial da Floresta contará com uma manhã de educação ambiental, com o plantio de mudas nativas no Campo de Instrução do Exército (CIJF/CEAC), utilizando da tecnologia de gerenciamento de ativos florestais SID Anubz. Na parte da tarde, ocorrerão palestras voltadas a profissionais, setor público e privado, acadêmicos e entusiastas da área. As inscrições custam R$ 10,00 e podem ser feitas no GET/ESA da Faculdade de Engenharia Ambiental/UFJF, aravés do e-mail contato@cimoambiental.com.br, com destaque para a palestra “A Amazônia e os Rios Voadores” da professora Doutora Aline Sarmento Procópio, às 14h50.

Quer obter mais informações e curiosidades como essas? Acesse nosso blog e nos conte o que achou!